Sabemos que o atendimento jurídico está mudando. Podemos auxiliar nas decisões do seu negócio.

FALE COM O CONSULTOR

Notícias

Alimentos para criação de pescados podem ficar isentos de PIS/Pasep e Cofins

categoria:

A cobrança de PIS/Pasep e Cofins pode ser suspensa nas operações de venda de alimentos para a criação de peixes, crustáceos, moluscos e outros invertebrados aquáticos. A medida está prevista no Projeto de Lei 5872/13, do deputado Vander Loubet (PT-MS).

 

O deputado explica que, apesar de a produção de pescados vir crescendo no Brasil, ela ainda está abaixo do potencial estimado pela Organização das Nações Unidas para a Alimentação e a Agricultura (FAO, na sigla em inglês) e pelo Ministério da Agricultura. Em 2009, segundo ele, o País produziu 1,2 milhão de tonelada, sendo que o potencial era de 2 milhões de toneladas.

 

“A aquicultura brasileira caracteriza-se por grande pulverização de produtores, de forma que provê emprego e sustento a um número muito significativo de famílias”, acrescenta o deputado. De acordo com Loubet, os gastos com alimentação dos peixes constituem o maior custo dos produtores.

 

O PL 5872/13 mantém a incidência do PIS/Pasep e da Cofins na venda a varejo de alimentos para peixes, crustáceos, moluscos e outros invertebrados aquáticos.

 

Tramitação

 

A proposta, que tramita de forma conclusiva, será analisada pelas comissões de Agricultura, Pecuária, Abastecimento e Desenvolvimento Rural; de Finanças e Tributação; e de Constituição e Justiça e de Cidadania.

 

Fonte: Síntese

 

Saiba mais sobre assessoria e consultoria jurídica! A Rubens Andrade Advogados é um escritório de advocacia empresarial de Juiz de Fora (MG) e Belo Horizonte (MG) com profissionais especialistas em diversas áreas do direito. Agende uma visita conosco!

Notícias relacionadas:

Receita Federal insiste em cobrar contribuição previdenciária (INSS) sobre terço de férias o que é contrário à decisão do STJ

19/01/15

Receita Federal insiste em cobrar contribuição previdenciária (INSS) sobre terço de férias o qu...

Imobiliária poderá reter apenas 10% de valor do contrato devido a recisão

01/12/14

Em caso de distrato, imobiliária pode reter apenas de 10% a 25% do valor total do contrato

Tribunal extingue processo de execução fiscal contra devedor falecido

01/12/14

A Terceira Turma Especializada do TRF2, por unanimidade, determinou a extinção de processo de exec...

Fale com um consultor

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *