Sabemos que o atendimento jurídico está mudando. Podemos auxiliar nas decisões do seu negócio.

FALE COM O CONSULTOR

Notícias

Consórcio perdedor apresenta recurso e licitação segue indefinida

Como era esperado, o consórcio perdedor da licitação para serviços de TI (iluminação, sonorização, placar eletrônico, telão e telecomunicações) da Arena Pantanal, entrou com recurso contra a decisão do Governo do Estado de homologar o consórcio CLE como vencedor do certame. A contestação foi protocolada no dia 10, último dia do prazo recursal. A partir do dia 11, a equipe de licitação do Governo conta com cinco dias para analisar os argumentos do consórcio Arena Pantanal (2º colocado da licitação). Se o recurso for considerado procedente, poderá ocorrer a suspensão da homologação.

 

Pontuando que o consórcio CLE (formado pelas empresas Etel e Canal Livre, de Várzea Grande), vencedor da proposta de menor preço (R$ 98 milhões) teria inúmeras irregularidades, o consórcio Arena Pantanal – Complexx, DSS, Ausep (MT) e Santa Rita (PR) -, que fez proposta de R$ 105 milhões pelos serviços, ameaçou recorrer até à última instância da Justiça Federal, se for necessário.

 

“Não aceitamos o que aconteceu. O concorrente está completamente irregular e sem as mínimas condições de realizar um serviço no nível de uma Copa do Mundo”, afirmou um representante do consórcio perdedor. Na semana retrasada, uma fonte encaminhou uma planilha ao Olhar Copa, pontuando 17 supostas irregularidades do consórcio CLE.

 

O Governo agora terá um período de cinco dias para analisar o recurso. Se não considerar procedente, o CLE será declarado vencedor e receberá ordem de serviço para realizar os serviços de TI, onde estão incluídos o fornecimento de materiais, equipamentos e prestação de serviços técnicos especializados de instalação, ativação, configuração, realização de testes, garantia, treinamento, manutenção, operação e suporte para a implementação de Sistemas de Telecomunicações; Sistema de TV (infraestrutura), IPTV e Signage; Sistemas de Segurança (CFTV, Controle de Acesso e Detecção e Alarme de Incêndio); Sistema de Sonorização e telão (Giant Screens); Sistema de Automação Predial (BAS) e Sistema de Broadcasting (infraestrutura).

 

 

Fonte: Cenário MT

 

Saiba mais sobre assessoria e consultoria jurídica! A Rubens Andrade Advogados é um escritório de advocacia empresarial de Juiz de Fora (MG) e Belo Horizonte (MG) com profissionais especialistas em diversas áreas do direito. Agende uma visita conosco!

Notícias relacionadas:

Negado recurso para nomeação de aprovada em cadastro reserva

30/06/14

Por unanimidade de votos, a 3ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça do Estado de Goiás (TJGO) ne...

Dilma assina acordo de concessão de três lotes de rodovias

17/03/14

A presidente Dilma Rousseff assinou 12 de março o contrato de concessão à iniciativa privada de t...

Taxistas fazem carreata em protesto contra exigência de licitação

21/02/14

Taxistas realizaram uma carreata na Zona Sul do Rio, reivindicando mudanças na regra que exige lici...

Fale com um consultor

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *