Sabemos que o atendimento jurídico está mudando. Podemos auxiliar nas decisões do seu negócio.

FALE COM O CONSULTOR

Notícias

Desonerações ajudam de forma momentânea

categoria:

 

O Governo Federal já decidiu ampliar os cortes de tributos para aumentar a competitividade de um número maior de setores da economia, reduzir os custos das empresas e ajudar no combate à inflação.

 

 

Uma das ideias em discussão é promover a desoneração do PIS e da Contribuição para o Financiamento da Seguridade Social (Cofins), além da ampliação da lista dos setores beneficiados pela desoneração da folha de pagamento.

 

 

Para o economista Alípio Frota Leitão, diretor geral da Mesométrica Análises e Consultoria, reduzir impostos pode significar um auxilio momentâneo para o setor privado, mas requer saúde financeira do ente estado (federal, estadual e/ou municipal) para aplicar esses paliativos.

 

 

“Obviamente, que uma alteração de impostos federais, como é o caso do PIS/Cofins, que representam até 9,25% do faturamento de uma empresa, seria uma ação que receberia os elogios da classe empresarial. No entanto, a construção de um futuro mais auspicioso e com crescimento sustentável não está ainda desenhado nas ações do Governo Federal.

 

 

Estruturantes

 

 

Para Carlos Matos (foto), diretor corporativo do Instituto de Desenvolvimento Industrial do Ceará (Indi), é importante para o País políticas estruturantes que levem a um aumento da produtividade de forma sustentável.

 

 

“Estamos sempre remediando os efeitos da falta de decisões mais estruturais. As desonerações para alguns setores são transitórias. A do IPI para linha branca foi concedida por um prazo de 12 meses. Até novembro, a indústria fica sem saber se ela será renovada”.

 

 

Matos lembra que os tributos tiram a competitividade do produto nacional, enquanto há importados que estão sendo menos tributados. “É preciso criar uma inteligência no país para definir os setores onde deve ser dedicado esforço no sentido de gerar incentivos. E juinto com a agenda de redução de imposto deve ter uma de inovação que contemple também formação e qualificação de pessoas”, conclui Carlos Matos.

 

 

Fonte: O Povo Online

Notícias relacionadas:

Desoneração em folha para construção civil começa a valer

11/11/13

A desoneração de folha de pagamento destinada à construção civil, prevista na Lei 12.844/2012, ...

Justiça altera cálculo de contribuição

16/07/13

Uma sentença da Justiça Federal de Belém excluiu o ICMS do cálculo da contribuição previdenci...

Empresas criticam desoneração da folha e recorrem à Justiça

10/04/13

As desonerações da folha de pagamento anunciadas pelo governo foram uma espécie de “presente de...

Fale com um consultor

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *