Sabemos que o atendimento jurídico está mudando. Podemos auxiliar nas decisões do seu negócio.

FALE COM O CONSULTOR

Notícias

Empresa de telefonia deve indenizar cliente que teve número de celular clonado

categoria:

A Oi Móvel (TNL PCS S/A) deve pagar R$ 6 mil de indenização por danos morais para aposentada que teve o número de celular clonado. A decisão, da 3ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça do Ceará (TJCE), teve a relatoria do desembargador Antônio Abelardo Benevides Morais.

 

Segundo os autos, em maio de 2008, a aposentada adquiriu o plano Oi Conta Total, incluindo telefone fixo, internet e telefone móvel. Em outubro do mesmo ano, foi surpreendida com fatura mensal no valor de R$ 38.352,79. Ao buscar informações, descobriu que o número do celular havia sido clonado.

 

A cliente efetuou diversas reclamações junto à operadora buscando regularizar a situação, mas não obteve sucesso. Em dezembro de 2009, ela ajuizou ação na Justiça requerendo indenização por danos morais e o pagamento em dobro das cobranças indevidas.

 

Na contestação, a Oi Móvel afirmou que a culpa do ocorrido é da própria consumidora ou de terceiros. Defendeu ainda não haver irregularidades nas faturas.

 

Em junho de 2011, o juiz Cid Peixoto do Amaral Netto, titular da 3ª Vara Cível de Fortaleza, entendeu ter havido cobrança indevida e por isso determinou pagamento de R$ 1 mil de reparação moral. Com relação aos danos materiais, o magistrado desconsiderou porque a cliente não pagou a conta.

 

Objetivando a majoração da indenização moral, a aposentada interpôs apelação (nº 0014364-83.2010.8.06.0001) no TJCE. Ao julgar o caso na última segunda-feira (27/01), a 3ª Câmara Cível reformou a sentença e aumentou a reparação moral de R$ 1 mil para R$ 6 mil, de acordo como voto do relator. “Observo que apesar de não ter havido negativação do nome da autora [cliente], houve defeito no serviço e a empresa requerida foi inerte em resolver o problema da consumidora, apesar das reclamações efetivadas e de admitir a culpa exclusiva de terceiro.”

 

Fonte: Síntese

 

Saiba mais sobre assessoria e consultoria jurídica! A Rubens Andrade Advogados é um escritório de advocacia empresarial de Juiz de Fora (MG) e Belo Horizonte (MG) com profissionais especialistas em diversas áreas do direito. Agende uma visita conosco!

Notícias relacionadas:

Receita Federal insiste em cobrar contribuição previdenciária (INSS) sobre terço de férias o que é contrário à decisão do STJ

19/01/15

Receita Federal insiste em cobrar contribuição previdenciária (INSS) sobre terço de férias o qu...

Imobiliária poderá reter apenas 10% de valor do contrato devido a recisão

01/12/14

Em caso de distrato, imobiliária pode reter apenas de 10% a 25% do valor total do contrato

Tribunal extingue processo de execução fiscal contra devedor falecido

01/12/14

A Terceira Turma Especializada do TRF2, por unanimidade, determinou a extinção de processo de exec...

Fale com um consultor

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *