Sabemos que o atendimento jurídico está mudando. Podemos auxiliar nas decisões do seu negócio.

FALE COM O CONSULTOR

Notícias

Falta de provas faz funcionário reverter justa causa

categoria:

A falta de provas na esfera trabalhista leva à inexistência de justa causa, segundo decisão da 3ª Turma do Tribunal Superior do Trabalho. O colegiado também avaliou que a acusação contra um funcionário e os desdobramentos gerados a partir disso, como registro de boletim de ocorrência e repercussão na empresa, afetam moralmente o empregado. Assim, uma distribuidora de alimentos foi obrigada a pagar R$ 20 mil a um motorista acusado de desviar mercadorias.

 

O motorista, que atuava na cidade de São Gonçalo (RJ), foi dispensado por justa causa em outubro de 2009 após a empresa alegar que ele e seu ajudante não entregavam os produtos no estabelecimento dos clientes cadastrados. Segundo a distribuidora, eles repassavam as mercadorias a um revendedor, que então fazia transações por conta própria, a preços menores. A empresa disse que a justa causa não foi aplicada em função de furto ou roubo, mas por “descumprimento de procedimento obrigatório”.

 

Após ajuizar ação trabalhista, em 2010, o funcionário conseguiu reverter a justa causa na Vara do Trabalho de São Gonçalo. A primeira instância avaliou que nem a investigação preliminar da polícia encontrara indícios de desvios e determinou o pagamento de R$ 50 mil por danos morais. O Tribunal Regional do Trabalho da 1ª Região concordou com a ausência de provas, mas disse que o homem não deveria receber indenização, pois não comprovara nenhum constrangimento ou fato que teria gerado abalo moral.

 

No TST, o ministro Mauricio Godinho Delgado, relator do caso, manteve o entendimento de que a empresa não conseguiu provar o descumprimento de ordens. Ele avaliou que as acusações causaram transtornos ao trabalhador, mas reduziu o valor de R$ 50 mil para R$ 20 mil. O voto do relator foi acompanhado por unanimidade. Com informações da Assessoria de Imprensa do TST.

 

Fonte: Consultor Jurídico

Notícias relacionadas:

Trabalhador demitido por embriaguez será reintegrado ao emprego

31/08/14

Um trabalhador rural dispensado por justa causa após chegar embriagado ao serviço por três vezes ...

Ex-empregado pode optar por plano de saúde

18/08/14

Já foi decidido que o empregado demitido sem justa causa deve ser expressamente comunicado pelo ex-...

Juiz mantém justa causa de trabalhador que registrou o ponto de outro empregado

28/07/14

A justa causa, por ser a penalidade mais severa aplicável ao empregado, deve ser claramente comprov...

Fale com um consultor

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *