Sabemos que o atendimento jurídico está mudando. Podemos auxiliar nas decisões do seu negócio.

FALE COM O CONSULTOR

Notícias

Fisco aceita reter 3,5% a INSS na empreitada

categoria:

A Receita Federal vai orientar seus fiscais de que, no caso de contratação de empresas para serviços de construção civil, mediante cessão de mão de obra, mesmo em empreitada, a empresa contratante deverá reter 3,5% do valor bruto da nota fiscal de contribuição previdenciária e não 11%. O entendimento consta da Solução de Consulta nº 23, da Coordenação -Geral de Tributação (Cosit), publicada no Diário Oficial da União desta segunda-feira.

 

Ainda segundo a solução, os valores correspondentes a materiais e equipamentos usados na prestação dos serviços poderão ser deduzidos da base de cálculo da retenção.

 

Empreitada é a execução de obra por preço ajustado, nas dependências de terceiros.

 

O advogado Fabio Calcini, do escritório Brasil Salomão & Matthes Advocacia, afirma que a solução de consulta é importante porque existe posicionamento de que, no caso da empreitada, a retenção continuaria a ser de 11%, conforme o artigo 31, da Lei nº 8.212, de 1991. “A dúvida que persiste diz respeito ao contrato de empreitada total para a construção civil. Neste caso, há possibilidade de dispensa da retenção na legislação e a ementa da Solução de Consulta não faz esta distinção”, diz.

 

A empreitada total é aquela celebrada exclusivamente com empresa construtora que assume a responsabilidade direta pela execução de todos os serviços necessários à realização da obra.

 

A orientação do Fisco é válida para empresas que passaram a ser tributadas, em relação à Previdência Social, com base no faturamento, em vez de a folha de pagamentos. Para o advogado Maucir Fregonesi Júnior, do Siqueira Castro Advogados, a solução também pode ser aplicada para a cessão de mão de obra na área de tecnologia da informação.

 

Fonte: Valor Econômico

Notícias relacionadas:

Receita Federal insiste em cobrar contribuição previdenciária (INSS) sobre terço de férias o que é contrário à decisão do STJ

19/01/15

Receita Federal insiste em cobrar contribuição previdenciária (INSS) sobre terço de férias o qu...

Comissão aprova permissão para microempresa participar do mercado de capitais

24/11/14

A Comissão de Desenvolvimento Econômico Indústria e Comércio aprovou, no começo de novembro, pr...

Projeto isenta de IOF o repasse entre empresas do mesmo grupo

22/09/14

A Câmara dos Deputados analisa o Projeto de Lei 7095/14 que isenta do Imposto sobre Operações de ...

Fale com um consultor

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *