Sabemos que o atendimento jurídico está mudando. Podemos auxiliar nas decisões do seu negócio.

FALE COM O CONSULTOR

Notícias

Ford deve pagar R$ 162 milhões por não instalar fábrica

A Ford foi condenada a ressarcir o governo do Rio Grande do Sul em R$ 162 milhões pelos investimentos para a construção de uma fábrica da empresa no município de Guaíba (RS), em 1998. Segundo a decisão da 5ª Vara da Fazenda Pública de Porto Alegre, a Ford já havia recebido recursos para iniciar as obras quando se retirou do negócio, alegando falta de pagamento por parte do governo que assumiu em 1999. Cabe recurso da decisão. As informações são do G1.

 

Segundo a assessoria de imprensa da Ford, a empresa irá se manifestar após a solução final sobre o caso já que o “processo instaurado pelo governo do estado do Rio Grande do Sul envolvendo a Ford ainda encontra-se sub judice”.

 

Na época em que assinou contrato para a instalação de uma fábrica na região metropolitana de Porto Alegre, a Ford também assinou um financiamento com o Banrisul, que disponibilizaria à empresa a quantia de R$ 210 milhões. O dinheiro seria liberado por etapas, mediante prestação de contas. Conforme a decisão judicial, após o pagamento da primeira parcela, a Ford saiu do negócio, alegando que o governo estava em atraso no pagamento da segunda parcela e também problemas políticos com a nova administração estadual.

 

A juíza Lílian Cristiane Siman determinou a rescisão do contrato e condenou a empresa a devolver o valor da primeira parcela do financiamento no valor de R$ 36 milhões — R$ 42 milhões iniciais, dos quais devem ser deduzidos R$ 6 milhões, relativo à terraplenagem do terreno onde seria instalado o complexo e se somou ao patrimônio do autor da ação —, cerca de R$ 93 milhões referentes à aquisição de máquinas e equipamentos e cerca de R$ 33 milhões referentes aos estudos técnicos e análises para disponibilização de infraestrutura.

 

Fonte: Consultor Jurídico

 

Saiba mais sobre assessoria e consultoria jurídica! A Rubens Andrade Advogados é um escritório de advocacia empresarial de Juiz de Fora (MG) e Belo Horizonte (MG) com profissionais especialistas em diversas áreas do direito. Agende uma visita conosco!

Notícias relacionadas:

Fisco aceita reter 3,5% a INSS na empreitada

27/01/14

A Receita Federal vai orientar seus fiscais de que, no caso de contratação de empresas para servi...

Desoneração em folha para construção civil começa a valer

11/11/13

A desoneração de folha de pagamento destinada à construção civil, prevista na Lei 12.844/2012, ...

Desmatamento em área de preservação permanente deve seguir hipóteses autorizativas previstas em lei

27/08/13

Em se tratando de área de preservação permanente (APP), a sua supressão (desmatamento) deve resp...

Fale com um consultor

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *