Sabemos que o atendimento jurídico está mudando. Podemos auxiliar nas decisões do seu negócio.

FALE COM O CONSULTOR

Notícias

Portaria do Ministério do Trabalho altera texto da NR 04

categoria:

Foi divulgado no Diário Oficial da União (DOU) do dia 30 de abril a Portaria MTE Nº 590. O texto altera a Norma Regulamentadora Nº 4, que dispõe sobre os Serviços Especializado em Engenharia de Segurança e em Medicina do Trabalho. Na divulgação, foram alterados os itens 4.4 e 4.4.1, que passam a ter a seguinte redação:

 

4.4 Os Serviços Especializados em Engenharia de Segurança e em Medicina do Trabalho devem ser compostos por Médico do Trabalho, Engenheiro de Segurança do Trabalho, Técnico de Seguranaça do Trabalho, Enfermeiro do Trabalho e Auxiliar ou Técnico em Enfermagem do Trabalho, obedecido o Quadro II desta NR.

 

4.4.1 Os profissionais integrantes do SESMT devem possuir formação e registro profissional em conformidade com o disposto na regulamentação da profissão e nos instrumentos normativos emitidos pelo respectivo Conselho Profissional, quando existente. (NR)

 

A ANAMT está discutindo o impacto dessa divulgação junto ao Conselho Federal de Medicina (CFM) para avaliar os possíveis desdobramentos dessa Portaria junto aos profissionais de SST.

 

Outras mudanças

 

O Ministério do Trabalho ainda divulgou outras quatro Portarias: a Nº 589, referente “as medidas a serem adotadas pelas empresas em relação a notificação de doenças e acidentes do trabalho”, a Nº 591, que altera o Anexo II da Norma Regulamentadora 28, sobre Fiscalização e Penalidades, Nº 592, alterando a NR 34, que dispões sobre as Condições e o Meio Ambiente de Trabalho na Indústria da Construção e de Reparação Naval e a Nº 593, que aprova o Anexo I – Acesso por Cordas, da NR 35, sobre Trabalho em Altura.

 

Fonte: Medicina do Trabalho

 

Saiba mais sobre assessoria e consultoria jurídica! A Rubens Andrade Advogados é um escritório de advocacia empresarial de Juiz de Fora (MG) e Belo Horizonte (MG) com profissionais especialistas em diversas áreas do direito. Agende uma visita conosco!

Notícias relacionadas:

Receita Federal insiste em cobrar contribuição previdenciária (INSS) sobre terço de férias o que é contrário à decisão do STJ

19/01/15

Receita Federal insiste em cobrar contribuição previdenciária (INSS) sobre terço de férias o qu...

Imobiliária poderá reter apenas 10% de valor do contrato devido a recisão

01/12/14

Em caso de distrato, imobiliária pode reter apenas de 10% a 25% do valor total do contrato

Tribunal extingue processo de execução fiscal contra devedor falecido

01/12/14

A Terceira Turma Especializada do TRF2, por unanimidade, determinou a extinção de processo de exec...

Fale com um consultor

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *