Sabemos que o atendimento jurídico está mudando. Podemos auxiliar nas decisões do seu negócio.

FALE COM O CONSULTOR

Notícias

Proposta exige que empresa garanta dinheiro para troco de clientes

categoria:

O Projeto de Lei 5727/13, em análise na Câmara dos Deputados, exige que, nos serviços que exijam a manipulação de dinheiro, as empresas garantam a seus empregados, no início da jornada, uma quantia mínima para cobrir as despesas com troco. A proposta acrescenta artigo à Consolidação das Leis do Trabalho (CLT – Decreto-Lei 5.452/43).

 

O autor da proposta, deputado Major Fábio (Pros-PB), afirma que, muitas vezes, frentistas de postos de gasolina e cobradores de ônibus acabam tendo que dar o troco para o cliente com recursos próprios, sendo ressarcidos depois, quando há maior circulação de dinheiro.

 

A intenção da proposta, segundo o parlamentar, é proteger o empregado, no sentido de que ele tenha todas as condições de trabalho. Além disso, evitar o risco de ele não ser ressarcido se seu local de trabalho for assaltado. Além do risco à sua segurança, se ele tiver adiantado qualquer quantia de sua propriedade, sofrerá a perda de ter o seu dinheiro roubado sem que haja perspectiva de ressarcimento”, disse.

 

Tramitação

 

A proposta tramita em caráter conclusivo e será analisada pelas Comissões de Trabalho, de Administração e Serviço Público; e de Constituição e Justiça e de Cidadania.

 

Fonte: Síntese

Notícias relacionadas:

Comissão aprova permissão para microempresa participar do mercado de capitais

24/11/14

A Comissão de Desenvolvimento Econômico Indústria e Comércio aprovou, no começo de novembro, pr...

Projeto isenta de IOF o repasse entre empresas do mesmo grupo

22/09/14

A Câmara dos Deputados analisa o Projeto de Lei 7095/14 que isenta do Imposto sobre Operações de ...

Empresa de turismo deve pagar tratamento de passageiro vítima de acidente com ônibus

15/09/14

Foi mantida decisão que condenou a Pluma Conforto e Turismo a arcar com despesas médicas e odontol...

Fale com um consultor

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *